Proposta de Sequência Didática sobre Experimentação e a produção de texto jornalístico-científico

A proposta deste trabalho foi em apresentar alternativas de experimentos para a aprendizagem de conceitos envolvidos na temática Cinética Química, com abordagem também dos fatores que afetam a velocidade das reações. Posteriormente a partir da apropriação deste conhecimento, os alunos produziram um texto jornalístico científico para a publicação em um jornal da própria universidade. Na aula foi montado um “circuito” de quatro experimentos com os alunos que deverão realizar e numa aula posterior será realizada a explicação necessária. Em outro momento, houve uma aula explicando a diferença entre os estilos de textos, priorizando o texto jornalístico-científico. Para fins de avaliação de aprendizagem, aplicou-se questionários sobre o tema “Cinética Química” e feita a comparação para analisar as implicações da proposta de sequência didática.

Sem título

Atividade 2: Aula e experimento sobre Cinética Química

Esta aula está sendo elaborada para o uso na Escola de Educação Básica Olavo Bilac
numa turma de segundo ano do Ensino Médio. O tema é Cinética Química e os fatores que afetam uma reação química. Serão utilizados slides para a discussão dos conceitos químicos envolvidos e, ao final da proposta, pretende-se elaborar um experimento que tematize os fatores que influenciam a velocidade de uma reação, tais como a temperatura, a superfície de contato, pressão e a concentração, além do uso de catalizadores.

Ações desenvolvidas no Subprojeto PIBID Química – Atividade 1: Experimentação sobre a Massa Molar

Esta atividade foi realizada com uma turma de primeiro ano do Ensino Médio no período vespertino na Escola de Educação Básica Olavo Bilac. O objetivo deste experimento demonstrativo foi determinar a massa molar de determinadas substâncias. O mesmo consiste em, com o auxílio de uma tabela periódica, realizar cálculos da massa molar das seguintes substâncias: Sacarose, Cloreto de Sódio, e Bicarbonato de Sódio. Aleatoriamente foram escolhidas duas e aferiu-se a massa para um mol de cada uma com o intuito de que os estudantes refletissem se a massa calculada teoricamente correspondia à massa experimental. Em seguida, preencheu-se totalmente um béquer com Cloreto de Sódio e foi solicitado aos alunos que respondessem algumas questões sobre a quantidade de matéria desta substância baseando-se na massa aferida.

Transformações Químicas

No decorrer do semestre as bolsistas,  Denyane K. Moreira e Fernanda Nack, aplicaram uma aula experimental para uma turma do período vespertino do primeiro ano do Ensino Médio. Tendo como objetivo, a comprovação, por parte dos alunos, os indícios de uma transformação química. Dentre elas, tinham: queima de uma fita de magnésio, adição de um corante em uma solução aquosa de açúcar, reação entre ácido clorídrico e zinco, reação entre soluções de ácido clorídrico e hidróxido de sódio na presença de indicador e a reação entre a solução de nitrato de prata e o fio de cobre.

Ao final, cada grupo, discutiu sobre as características evidenciadas e responderam um questionário, sobre a atividade realizada. Na aula posterior, a professora responsável retomou em sala de aula, o assunto da pratica realizada, para que os grupos pudessem retratar para todos os colegas o que foi verificado em cada transformação.

Farmácia Viva na Escola

Os bolsistas Natalia Prants e Wesley Saade na escola EEB Arnaldo Moreira Douat, estão participando do projeto Farmácia Viva na Escola, com o professor Júlio César como professor de química responsável na instituição. A ideia a criação de um orto medicinal para fins pedagógicos. A primeira parte da aplicação do projeto foi a confecção de tintas de diferentes cores a base de terra para poder pintar os vasos do futuro Orto Medicinal. As tintas foram produzidas pelos alunos do 1° ano do ensino médio inovador durante as aulas de química e foram testadas nos canteiros da escola.

Tratamento de água para o sexto ano

Nesse mês as bolsistas Fernanda Raulino e Maitê Silva propuseram uma atividade experimental com o objetivo de explanar o tratamento de água utilizado no Brasil. A atividade será aplicada na Escola de Educação Básica Olavo Bilac, com turmas de 6º ano do Ensino Fundamental, sob a supervisão da Professora Noeli Auler.

recurso didático

Recurso Didático construído para a aula

 

Proposta de aula para trabalhar Transformações Químicas e Físicas com o Nono Ano do Ensino Fundamental

Nesse mês as bolsistas Fernanda Raulino e Maitê Silva propuseram uma metodologia para trabalhar Transformações Químicas e Físicas com turmas de 9º ano do Ensino Fundamental.

Tal proposta foi aplicada com três turmas na Escola de Educação Básica Olavo Bilac sob a supervisão da Professora Noeli Auler.

20160413_132509

Materiais utilizados para a atividade

 

Aplicação das atividades

Aplicação das atividades

 

Proposta de aula para trabalhar separação de misturas

Link

separação de misturas
Nesse mês as bolsistas Karoline Tarnowski e Tainara Zampieron desenvolveram um jogo de separação de misturas para a EEB Jandira D’Ávila de Joinville-SC, a fim de contemplar as aulas da professora de Química supervisora Denise Tesser.
Para download, encontram-se 11 técnicas de separação, onde o objetivo é que os grupos de alunos identifiquem e combinem as cartas, relacionando a separação de mistura, uma imagem representativa, aplicação química e também cotidiana.
Além disso, também está disponível para download os slides que serão trabalhados com os alunos aulas antes do jogo com as cartas.

 

Equações Químicas e Balanceamento

Durante o ano de 2015 foi construído  uma sequência didática para o 1º ano fundamentada nos preceitos dos Parâmetros Curriculares Nacionais (Brasil, 2000). A Sequência foi aplicada em cinco turmas de 1º ano da Escola Olavo Bilac. Uma das etapas da Sequência tinha o objetivo de trabalhar Equações Químicas e Balanceamento. O intuito da atividade era introduzir a simbologia e a representação das reações por meio das equações químicas, ensinar os estudantes a  representar uma reação química com uma equação química e entender o significado dos símbolos numa equação química. Observar e entender a necessidade de realizar balanceamento de equações químicas.

Essa etapa foi trabalhada em quatro aulas. Na primeira aula a professora retomou com os estudantes as reações da etapa anterior e solicitou que os mesmos escrevessem o que foi observado. Logo a seguir foi iniciado um diálogo sobre a simbologia e linguagem química utilizando-se uma dinâmica desenvolvida pelas bolsistas denominada “Quebra-cabeça de Equações Químicas”. Nas demais, aulas foram relembradas as Leis Ponderais e retomado as representações através das equações. Durante as aulas foi utilizado um material didático semelhante àquele da dinâmica e utilizados como ferramenta para facilitar o entendimento de balanceamento das equações. Nesta etapa os estudantes trabalharam em duplas.

 

 

Imagem3Imagem1Imagem2 

Termoquímica – Sequência Didática para a Segunda Série

Para o segundo semestre de 2015 foi proposto para as turmas do 2º ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Olavo Bilac a elaboração de uma sequência didática, iniciou-se o projeto abordando conteúdos importantes a respeito do tema “Termoquímica”.

Termoquímica

 

Atividades desenvolvidas na Sequência Didática

  •  Atividade 1: Quente ou Frio?

1. Colocar uma das mãos mergulhada no recipiente com água quente e a outra mão no recipiente com água e gelo. Espera algum tempo.

2. Em seguida, retira ambas as mãos ao mesmo tempo dos recipientes e coloca-as juntas sem se tocarem uma na outra no recipiente com água à temperatura ambiente.

3. Observar o que ocorre.

Esta experiência mostra que a sensação de quente e frio é relativa à temperatura do corpo. Por isso não se deve confiar no próprio corpo como “termômetro” a fim de se verificar, por exemplo, se outra pessoa está com febre.

  •  Atividade 2: Sensação de quente e frio, temperatura e calor específico

O objetivo dessa atividade é entender a diferença entre a sensação de quente e frio. Nessa atividade, sugere-se que os alunos toquem dois blocos — um de madeira e outro de alumínio — e tentem avaliar, pelo toque, suas temperaturas. Esses blocos devem conter um orifício para que possa ser introduzido um termômetro. Após a avaliação da temperatura pelo tato, os alunos deverão introduzir um termômetro nos orifícios de cada um dos blocos e anotar a temperatura.

bloco de madeira

  • Atividade 3: Debate sobre combustíveis

Dando continuidade ao Projeto Sequência Didática para 2º ano do Ensino Médio, foi proposta uma segunda atividade com os alunos, um debate sobre combustíveis.

ROTEIRO DE PESQUISA

1. Nome do Combustível:

2. Obtenção:

3. Reação química envolvida para sua obtenção:

4. Quantidade de energia liberada:

5. Desvantagens de sua utilização (problemas no meio ambiente, tanto na produção como em sua utilização).

Foram sorteados para cada grupo um combustível, sendo que um grupo defendeu os pontos positivos e o outro grupo os pontos negativos. Posteriormente os alunos foram levados à sala de informática para realizar a pesquisa e na aula seguinte o debate.debate

  • Atividade 4: Experimentação 

Foram realizados experimentos com os alunos com o objetivo de compreender na prática os processos endotérmicos e exotérmicos, discutindo entre os experimentos os conceitos importantes levando em consideração os conhecimentos prévios, buscando relacionar o tema com o cotidiano dos alunos e detectar possíveis dificuldades.

Experimento 1 – Reação Endotérmica

Materiais Utilizados: Água e ureia

ex1

Experimento 2 – Reação Exotérmica

Materiais Utilizados: Ácido Clorídrico e Zinco

ex2

Experimento 3 – Reação Exotérmica

Materiais Utilizados: Permanganato de Potássio e Glicerinaex3

  • Atividade 5: Lei de Hess

Para trabalhar Variação de Entalpia e a Lei de Hess foram confeccionadas cartelas contendo reações. Com essa atividade os alunos reforçaram a montagem e balanceamento de reações químicas na qual já foi trabalhado no primeiro ano do ensino médio, além disso, os mesmos aprenderam a calcular a variação de entalpia, consultar tabela, interpretar resultados e também foi trabalhado a lei de Hess.

at5

 Atividade realizada pelos Pibidianos: Andrieli Dambrós e Jessica Hüller